Descrição fenomenológica do TEPT por meio de um caso

  • HELIO GOMES DA Rocha Neto Fundação Lusiada
  • Adonis Tomé
  • Guilherme Peres Messas
Palavras-chave: Transtorno do Estresse Pós-Traumático, Psicopatologia, Diagnóstico diferencial, Esquizofrenia, Fenomenologia

Resumo

O Transtorno do Estresse Pós-Traumático (TEPT) é um transtorno mental grave descrito apenas por critérios operacionais, sem uma análise essencial dialética adequada. Apresentamos neste estudo um caso típico de TEPT com traços psicóticos, descrevendo o mundo vivido pelo paciente por meio dos âmbitos das constituições ontológico existenciais heideggerianas – espacialidade, temporalidade, corporeidade e interpessoalidade (ser-com-outro) –, seguido de redução fenomenológica e elaboração diagnóstica. Uma essência de medo pervasivo, que bloqueia toda a intencionalidade e contamina todo o ser-no-mundo, é descrita como a principal característica do TEPT. O diagnóstico diferencial é então discutido por meio da perspectiva temporal, mostrando diferenças essenciais dos diagnósticos de Transtorno Bipolar, Esquizofrenia e Transtorno Delirante Persistente. Defendemos um retorno à fenomenologia e seu uso para o diagnóstico e a descrição de doenças como forma de melhorar a validade e a confiabilidade diagnóstica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

HELIO GOMES DA Rocha Neto, Fundação Lusiada

Médico, psiquiatra e mestre em Psiquiatria pela UFRJ. Possui pós-graduação em psicopatologia fenomenológica pela Santa Casa de São Paulo e em preceptoria médica pelo Instituto Sírio Libanês. Atualmente cursa o doutorado em psiquiatria em regime de cotutela entre a UFRJ e Universidade de Lisboa, estudando modelos de entrevista diagnóstica em Psiquiatria.

Adonis Tomé

Psicólogo e pós-graduado em psicopatologia fenomenológica pela Santa Casa de São Paulo. Atualmente é professor-assistente da Universidade Paulista (UNIP) e colaborador da fundação Vunesp. Possui experiência na área de Psicologia, com ênfase em Intervenção Terapêutica, atuando principalmente nos seguintes temas: fenomenologia, saúde mental e educação.

Guilherme Peres Messas

Médico, psiquiatra, mestre e doutor em psiquiatria pela FMUSP, coordenador do curso de especialização em Psicopatologia e Saúde Pública e do curso de especialização em psicopatologia fenomenológica da Santa Casa de São Paulo. É ainda membro fundador da Sociedade Brasileira de Psicopatologia Fenômeno-Estrutural (SBPFE), e membro ativo da seção de filosofia e humanidades em psiquiatria da Associação Psiquiátrica Mundial e do centro de colaboração para práticas baseadas em valores na saúde e cuidado social, de Oxford.

Publicado
2021-06-07
Seção
Relato de caso