Editorial

  • Guilherme Messas

Resumo

Os grandes temas da psicopatologia fenomenológica são explorados nesta edição. Esquizofrenia, toxicomania e melancolia recebem reflexão por parte de Maurício Viotti Daker, Gilberto Di Petta e Maria Lucrecia Rovaletti, respectivamente. Daker examina a validade do diagnóstico de processo esquizofrênico, mostrando, a partir de literatura atualizada, que o conceito segue válido e fecundo para a psicopatologia. Di Petta, por sua vez, defende que as novas gerações de drogas recreativas vêm provocando um quadro psicopatológico característico e independente, que denomina psicose sintética. Já Rovaletti relê o entendimento de Binswanger sobre a temporalidade na melancolia.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2014-11-19
Seção
Editorial