A busca da autenticidade da experiência em um personagem de Hermann Hesse

  • Maria Laura de Oliveira Couto
  • Édio Raniere
Palavras-chave: tempo, espaço, obra pessoal, romance, filosofia fenomenológica existencial.

Resumo

O presente trabalho consiste em uma análise compreensiva do personagem Sidarta, protagonista do famoso romance de Hermann Hesse. Teve como principal objetivo a produção de uma hermenêutica sobre os quatro eixos existenciais – tempo; espaço; outro; obra– em Sidarta. Como resultado, encontra-se no personagem em questão uma problematização entre autenticidade e inautenticidade. Trata-se de uma descrição analítica fundamentada pela fenomenologia existencial, na qual se recorre à literatura universal como possibilidade de compreensão do fenômeno humano.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2014-10-17
Seção
Artigo