Validade do conceito de psicose processual

Maurício Viotti Daker

Maurício Viotti Daker

Validade do conceito de psicose processual

O conceito de processo, conforme Jaspers, em especial o de processo psíquico, é avaliado quanto à sua validade na psiquiatria atual. Após a definição do conceito, são revistas pesquisas sobre a evolução da esquizofrenia. Em seguida, são avaliados conjuntamente o conceito de processo psíquico, as evoluções da esquizofrenia e o próprio conceito de esquizofrenia. O processo psíquico é um conceito limite, uma ideia orientadora para o diagnóstico e que não deve ser dogmática. Ante a dificuldade de se definir a própria esquizofrenia, não nos parece um conceito datado, assim como não o são tantos outros conceitos na rica história de ideias da psiquiatria. Utilizado enquanto conceito limite, pode continuar a nos orientar diante de determinados casos de psicose. A dificuldade na definição do conceito de processo psíquico se encontra em sua localização intermediária na dicotomia mente-cérebro e a validade de seu conceito corresponde ao da validade da própria psiquiatria.

Palavras-chave: Processo psíquico; Esquizofrenia; Psicopatologia; Jaspers; Filosofia da mente.

Fonte: Psicopatologia Fenomenológica Contemporânea, 2014, 3 (2), 1-15.

[PDF]