EDITORIAL – V.05 #02

Esta edição da revista Psicopatologia Fenomenológica Contemporânea traz ao leitor reflexões originais a respeito de temas diversos das disciplinas ligadas à psicopatologia fenomenólogica. O primeiro artigo deste volume descreve o processo de desdobramento da estrutura psíquica da criança até os dois anos de idade, particularmente fundamentada em termos de espacialidade. Trata-se de uma contribuição de especial importância ao nosso campo, dada a escassez de análises fenomenológicas do desenvolvimento infantil. A seguir, publicamos uma revisão sistemática e criteriosa da literatura brasileira dedicada ao tema da psicopatologia fenomenológica, que bem elucida o panorama geral deste tipo de investigação no nosso país. O terceiro artigo, de importância clínica direta, vale-se de categorias fenomenológicas fundamentais para a delimitação do transtorno de personalidade borderline, com especial ênfase no seu diagnóstico diferencial com o transtorno afetivo bipolar. Na sequência, trazemos um artigo de enfoque metodológico, que empreende uma minuciosa revisão da noção de compreensão empática na obra “Psicopatologia Geral”, de Karl Jaspers. Neste trabalho, discutem-se as leis da compreensão jasperiana sob a perspectiva fenomenólogica, apresentando-se relevantes diferenças entre as abordagens psicopatológicas jasperiana e fenomenológica e as consequências diretas de tais distinções na clínica. Por fim, publicamos a transcrição de uma interessante conferência realizada por Otto Dörr na Faculdade de Medicina da Santa Casa de São Paulo, em 2015, tendo como tema a relação entre anorexia nervosa e a pós-modernidade. Neste trabalho, o autor disseca algumas particularidades de nosso tempo que estariam implicadas na manifestação desta patologia na atualidade.

Acreditamos que esta edição reforça o papel da revista Psicopatologia Fenomenológica Contemporânea como agente fomentador da pesquisa psicopatológica no Brasil e como veículo de extrema relevância na divulgação de pesquisas qualitativas com inclinação direta na prática psicopatológica.

Guilherme Messas
Virgínia Moreira
Editores-chefes

[PDF]