A hiperatividade no tempo de Minkowski

Paulo Germano Marmorato

Paulo Germano Marmorato

A hiperatividade no tempo de Minkowski

Os fenômenos da atividade acompanham o homem de modo essencial, desde como condição para manutenção de sua vida até suas realizações mais particulares e sublimes. O diagnóstico de transtorno de déficit de atenção e hiperatividade coloca a questão de uma psicopatologia baseada em um aspecto geral da atividade humana, a atividade. No entanto, ao contrário de outros diagnósticos psiquiátricos, a hiperatividade não teve seus aspectos psicopatológicos investigados através do método fenomenológico. Baseando-se na obra Le Temps Vécu, de Eugène Minkowski, o presente artigo visa mostrar como aspectos próprios da temporalidade vivida na hiperatividade podem oferecer meios preciosos para a compreensão de sua psicopatologia.

Palavras-chave: Psicopatologia; Atividade; Hiperatividade; Eugène Minkowski.

Fonte: Psicopatologia Fenomenológica Contemporânea, 2012, 1 (1), 124-134.

[PDF]